quinta-feira, 16 de julho de 2009

Imposto sobre telefonia no Brasil - A mais cara do mundo!

Imposto sobre telefonia no Brasil - A mais cara do mundo!

Eu aprendi a não pagar! O Brasil chegou a 157.501.813 acessos no Serviço Móvel Pessoal (SMP), com 2.905.170 novas habilitações em maio de 2009, o que representa um crescimento de 1,88% no número de assinantes. Do total de acessos do País, 128.755.999 (81,75%) são pré-pagos, e 28.745.814 (18,25%), pós-pagos. A carga tributária sobre serviços de telecomunicações no Brasil é uma das mais altas do mundo. As Unidades da Federação tributam os serviços de telecomunicações com alíquotas que vão de 25% a 35%. Essas alíquotas, todavia, são bem superiores porque o tributo está incorporado na sua própria base de cálculo. No caso da menor alíquota, 25%, para uma conta de valor total de R$ 100, tem-se R$ 25 de ICMS. Portanto, o valor líquido do serviço é de R$ 75. Ou seja, tem-se R$ 25,00 de imposto sobre um serviço de R$ 75 – isto é, a alíquota real é de 33,33%. No caso da alíquota de 35%, a mesma conta leva a que a alíquota real seja de 53,84%. A carga é ainda maior, pois o PIS e a Cofins também integram a sua própria base de cálculo, ou seja e incidem sobre o ICMS, e vice-versa. Dessa maneira, quando se combinam as alíquotas desses três tributos, o resultado real sobre o valor líquido dos serviços varia de 40,15% (nos estados onde o ICMS é de 25%) a 63% (onde o ICMS é de 35%). Além desses impostos há ainda a carga representada pelos fundos setoriais específicos de telecomunicações: o Fistel (Fundo de Fiscalização), o Fust (Fundo de Universalização) e o Funttel (Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico), que representam cerca de 5% da receita líquida anual das empresas de telecomunicações. Essa elevada carga tributária teve origem ainda na década de 1960, quando foi instituída a sobretarifa do FNT – Fundo Nacional de Telecomunicações, que chegava a 30% do valor das chamadas interurbanas e internacionais. Na década seguinte, os recursos do FNT passaram a ser desviados para o FND (Fundo Nacional de Desenvolvimento), e algum tempo depois o FNT foi extinto. Mas a tributação continuou, então sob o título de ISSC (Imposto Sobre Serviços de Comunicações), e depois, com a Constituição de 1988, com o ICMS. Essa realidade ainda afasta uma parte da população dos benefícios do telefone e impede uma maior penetração – ou uma mais ampla universalização – dos serviços no Brasil, que tributa os serviços de telecomunicações com alíquotas iguais ou superiores às aplicadas a armas e munições, perfumes e cosméticos, bebidas alcoólicas, embarcações de esporte e de recreio, cigarros e charutos. Fonte: http://www.acel.org.br/005/00502001.asp?ttCD_CHAVE=18679


video

Pense:
Prefere pagar 53,84% em impostos para falar ao telefone celular? Ou ganhar recarga de celular, curso de internet, site, prêmios e renda mensal de até/mais de R$2.000,00 e não pagar impostos? Se a segunda opção lhe agradou clique aqui: http://www.clubecellbrasil.com.br/paulozambroza Ganhe recarga e deixe de pagar imposto! Cadastre aqui http://www.clubecell.com.br/?1988 Eu tenho um http://www.negociocerto.ws na internet para ganhar dolares todo mês!!

"SE VOCÊ PERSISTIR NO EMPREGO, PODERÁ GANHAR O SEU SUSTENTO, MAS SE INVESTIR EM VOCÊ MESMO, PODERÁ FAZER UMA FORTUNA." Venha ter um http://www.negociocerto.ws e ser dono de uma vida melhor! Visite http://www.sonico.com/publico/Skipe_Messenger_-_Esse_funciona_E_e_gratis ou http://clubecell.groups.live.com/

Sucessos Paulo Zambroza MSN/e-mail: paulozambroza@hotmail.com Fone: (21) 3903-4744 ou 8783-0215 Skipe: paulozambroza http://www.gdibrasil.com.br/negociocerto

Nenhum comentário:

Postar um comentário